Total de visualizações de página

domingo, 21 de fevereiro de 2010


Houve um tempo


Houve um tempo
que as pessoas se degladiavam
e também se amavam.
Houve um tempo
que achavamos
que tudo estava errado
e de imediato o tempo
infinito nos mostrou
o contrário.
Houve um tempo
que o tempo era mínimo
e agora nós os queremos mais.
Houve um tempo
que eu entendo e outro
fico descontente.
Houve um tempo
que desisto de falar
e acredito em cada andar.
Houve um tempo
que tudo se tornava claro
Tempo em um houve estar.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Pequenos fatos da vida!

"O homem é a medida de todas as coisas", visto por um ângulo de 180 graus, observamos momentos que nos faz pensar sobre a vida e suas intercalações que por ela nos envolvem.

O que eu aprendi nesta vida é que nós aprendemos só através de duras provas, somente assim despertamos.

Tem uma história que diz que um mestre e seu discípulo estavam pescando em um lago. E o curioso discípulo pergunta ao sábio: Quando enfim eu terei a sabedoria? O sábio sem pensar duas vezes coloca a cabeça do coitado no lago e o deixa agonizando. O discípulo por alguns instante pensa:
Mas que mestre maluco! Imediatamente o mestre levanta a cabeça do discípulo e o sábio diz:
Quando você tiver a mesma necessidade de ar que sentiu você aí sim terá o que procura.
Infelizmente o homem escolheu este caminho, da vingança, inveja, traição tudo aquilo que pensamos não ter. A vida realmente é dura eu sei, mas não estamos lutando com ninguém ou ideologias, pois no final de tudo estamos nós e Deus, é ele que sabe o coração de seu filho.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Pequenos gestos fazem a diferença!!!

Maria da cruz é paraplégica e conversa com Mário que é cego, aquela conversa com Isabel surda e muda através de gestos. Todos os dias eles se encontravam com entusiamo e alegria. Havia um homem Ronaldo escutava a euforia de todos e também queria ficar no grupo, depois de alguns dias era mais um integrante das conversas sadias. Ronaldo aparentemente sem nenhuma limitação não viu mais aquele grupo na praça e resolveu divulgar experiência pelo qual viveu juntos. Ronaldo era medingo, mas sabia de uma coisa. Tem gente que têm pernas e não andam, enxegam mas não veêm, e escutam, mas não ouvem.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Desabafo!!!

Eu gostaria que a vida fosse diferente, não essa maluquisse que eu vivo;

Eu gostaria que todos fossem educados e sinceros, mas o que vêmos é o contrário;

Eu gostaria de viver cada momento, mas gastamos horas dela trabalhando;

Eu gostaria sentir mais humano, tendo todos os sentimentos, mas o que vivo é contrário;

Nós não nos respeitamos e por isso o mundo não muda;

Cada frase, desejo ou metas ficam no coração, mas o pensamento no dinheiro;

Eu acho que temos que mudar, mas as vezes não queremos este sacrifício;

Dizem que a prática do bem é um hábito e porque nós não escolhemos este caminho;

Que pena nós sabermos tudo isso e não praticamos no dia a dia.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010


Este sou eu cartonizado, queria falar um pouco de mim e fiz este desenho:
Umas das coisas que mais fica em meu íntimo é a teimosia, mas ao mesmo tempo sou desprendido em relação a ela mesma;
Não sei mentir, tento, mas não consigo;
Sou muito inteligente e ao mesmo tempo não;
Sou sincero ao que penso, apesar de falhar ao dizê-las;
Sou educado e as vezes não me reconheço;
Em algumas situações sou simples e as outras nem se fala;
Sou tímido e converso pouco, e as vezes, o contrário;
Tem ocasiões que fico filosofando sobre a vida e sua beleza
e também sobre a maldade dela;
Então é isso não sou tão diferente de você que está lendo ou será mentira minha!?

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

A Isca da Sabedoria!

A isca da sabedoria é uma metáfora para uma realização plena da inteligência. As oportunidades estão aí, basta motivação e iniciativa para compreendê-la. Diz um provérbio que diz: "De pensar morreu um burro" exatamente se você pensar que não conseguirá privilégios, a vida te dará este retorno. A maior oportunidade é o que você está passando neste exato momento, não tente trocar o maravilhoso e belo pelo realista insano, pois o futuro dará seu jeito e suas consequências. Quando você descobrir que é o coração que o governa, caminhos reais serão avistadas em seu olhar rejuvenecido.

Existia O Amor do Sol pela Lua, os dois nunca se encontravam, mas eram apaixonados um pelo outro. Enquanto uma despontava o outro surgia. O Sol para ficar um pouco menos infeliz emprestava sua luz a lua e esta radiava de amor.
Houve um dia em que os dois ficaram cara a cara e o tempo parou, mas perceberam que os homens e toda natureza morria aos poucos. E por sugestão do Sol os dois voltaram como eram, neste amor eterno e platônico.

E esta estória serve como reflexão que não é tudo que amamos seja bom aos outros, e por uma questão do maravilhoso devemos deixar como era antes.